A oposição é a garantia do regime democrático

Sem escolhas, tornamo-nos reféns do autoritarismo.



Há três pré-candidatos a prefeito no município de Maragogi. O atual gestor e dois da oposição, o ex-prefeito Marcos Madeira e Adriano Calaça. E que bom que teremos três opções! Que bom que existem candidatos da oposição! Que bom que temos o direito de exercer nosso poder de escolha!

Não existe o democrata sem o opositor. Até para exercermos nossa liberdade de expressão, é necessário que haja oposição. O povo não é obrigado a concordar absolutamente com o poder dominante. E a utilidade da oposição é essa: questionar, contestar, chamar a atenção sobre eventuais deficiências, e, assim, fortalecer o regime democrático.

É certo que o eleitor nem sempre acerta, mas lhe foi dado o direito de arriscar e errar. E, sabemos, errar é humano; permanecer no erro… Enfim, é uma garantia que consta na Constituição brasileira: o direito e o sigilo do voto.

Quem quer impor candidatura única é adepto do autoritarismo. Quem aplaude candidaturas que se desejam únicas, não sabem o quão perigoso isso representa para nossa liberdade individual, e para a sociedade. Embrutece o autoritarismo, que é uma forma de governo caracterizada por obediência absoluta ou cega à autoridade.

Todo tirano foi uma criança mimada: cria uma expectativa doentia e inquestionável de obediência e não tolera sequer um comentário ou atitude contrários àquele que desenha em sua mente, onde o termo poder tem superioridade absoluta sobre todos os outros. É o típico comportamento de quem pensa – primeiro – em si mesmo –, segundo – nos seus, e – terceiro – em quem se ajoelha ao redor do seu trono. O pensamento que prevalece no autoritarismo é o de restringir o direito do outro, encolher a liberdade.

A democracia está na aceitação do pensamento adverso, na pluralidade de opiniões. Acatá-las é enaltecer a liberdade de expressão. Reprimi-las com atos de perseguições de cunho político é ameaça vulgar de governos que pretendem se perpetuar no poder, agradando ou não.

(E cá entre nós, na política, ninguém é santo. Né?)

Mais Notícias

Coment?rios

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais