Biu de Barra Grande é anunciado como pré-candidato a vice-prefeito de Adriano Calaça

Será a primeira experiência política desse barragrandense com licenciatura em História

Adriano Calaça e Biu de Barra Grande (Fotos: divulgação)

Foi anunciado o pré-candidato a vice-prefeito para compor a chapa majoritária do professor Adriano Calaça (Rede Sustentabilidade). O nome dele é Benedito Simplício da Silva Neto, conhecido como Biu de Barra Grande, em menção à vila homônima onde nasceu. Aos 41 anos de idade, Biu é evangélico e pai de um filho.

Estudou em escolas públicas do município até o Ensino Médio. Tem licenciatura em História pela FAMASUL (Faculdade de Formação de Professores da Mata Sul), situada na cidade de Palmares, Pernambuco. Exerce a profissão de operador de produção da CASAL (Companhia de Saneamento de Alagoas), há mais de 15 anos.

“Aceitei e abracei ao chamado do professor Adriano porque sempre moramos em nosso município, portanto conhecemos bem de perto a nossa realidade”, justifica o pré-candidato sobre sua primeira participação na política. “Adriano me apresentou um projeto político maravilhoso para Maragogi, onde toda população terá voz e será valorizada.”

Para Biu, Adriano Calaça representa a esperança de um povo que vem sofrendo há mais de vinte anos, “em virtude de gestores que só governam pensando em si, no seu grupo político e nas elites”, de acordo com suas próprias palavras. “Adriano é o novo, é a realidade que falta em Maragogi, pois entende a política em seu verdadeiro sentido, que é gerenciar os recursos do município em favor dos seus habitantes.”

Nas reuniões em que participou, o pré-candidato diz ter percebido claramente que se trata de um grupo que pensa no bem coletivo. “São pessoas que sabem que Maragogi tem um potencial para trazer uma melhor qualidade de vida à população, são pessoas que pensam no próximo, e no futuro de nossos filhos e netos. Vejam bem, muitos que estão em nosso grupo foram e estão sendo assediados pela velha política, e permanecem conosco porque acreditam que juntos podemos mudar a realidade de Maragogi”, alfineta Biu, confessando estar muito feliz em fazer parte do grupo. “Aqui não foi prometida Secretaria a nenhum deles, nem vantagens financeiras.”

Sobre eventuais mudanças no sistema administrativo, Benedito Simplício revela que pretendem mudar a forma de gerenciar os recursos do município. Para colocar esse novo método em prática, promete fazer uma gestão participativa com os vários segmentos da sociedade. Outro fator importante que ele pontua é a valorização do povo maragogiense. Biu bate na velha tecla de que não se precisa trazer tanta gente de fora para ocupar os melhores cargos da prefeitura, que tem nativo preparado e capaz para chefiar as diversas secretarias.

“Vejo parte da população vivendo em moradias precárias, fruto de administrações que esquecem os mais carentes”, continua Biu. “Nos últimos anos, surgiram várias favelas em Maragogi. O nosso turismo ainda é amador, e totalmente dependente das piscinas naturais. Falo isso porque nosso município tem uma extensa zona rural, com vários assentamentos, e nossa agropecuária não recebe incentivos do gestor. Outro fato que chama a minha atenção é a falta de cuidado para com nossos jovens. A prática de esporte não existe em um município como o nosso, faltam campos e quadras para todos.”

O barragrandense finaliza atacando o sistema político vigente no município. Acusa a Câmara de Vereadores de ser inoperante, que aprova tudo que o gestor quer, tirando direitos dos funcionários. “Muitos ali nem sabem o papel de um vereador. Apenas compactuam com um gestor que governa para si e sua elite. Outro grave problema político é que parte da população ainda vende o voto, que lhe vai custar muito caro por quatro anos.”

Mais Notícias

Coment?rios

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais