Escola municipal participa do Projeto Estante Mágica

Estante Mágica é um projeto de incentivo à leitura

Secretário de Educação de Maragogi, Ênio Vasconcelos, é um dos padrinhos do Projeto (Foto: divulgação).
 
Estante Mágica é um projeto onde cada estudante de Educação Infantil e Ensino Fundamental I tem a chance de escrever, ilustrar e publicar o próprio livro. Nesse processo criativo, ele desenvolve múltiplas habilidades socioemocionais, como autoconfiança e curiosidade, que o preparam para encarar os desafios do século 21 e transformar a sociedade. Isso ajuda a formação integral do aluno e a qualidade das instituições de ensino.

Para estimular esse protagonismo por meio da escrita e leitura, a Estante Mágica oferece às escolas um projeto gratuito que torna cada criança autora do próprio livro, com direito a evento de autógrafos e tudo.

“Entrei em contato com o Estante Mágica no início do recesso, por conta do que já tinha passado com o João no ano passado”, conta a educadora Cíntia Rogéria de Lira, referindo-se ao filho, que lançou o primeiro livro pela plataforma ano passado, e está sendo usado como espelho. “Eu tinha o contato como mãe de aluno, já recebia projetos da plataforma desde o início do ano, aí aproveitei e cadastrei a escola municipal Esperidião Francisco Nogueira (situada na Vila de Barra Grande, município de Maragogi). Passei os contatos da gestora Teresa Cristina Tavares e da coordenadora Maria Fernanda Campelo e elas abraçaram na hora a ideia.”

Posteriormente, realizaram uma primeira reunião com os demais professores. Todos se empolgaram e se comprometeram com o projeto. Em seguida, fizeram reuniões com os pais por turno e todos ficaram emocionados. E um dos focos da Estante Mágica é justamente fazer essa parceria com os familiares, além de transformar alunos em escritores/leitores, o ponto principal.

“Nossa meta é mostrar que a escola pública também é capaz, quando há comprometimento e parceria”, continua Cíntia Rogéria. “O trabalho está sendo grande, mas vale a pena. Já estamos ansiosos pela noite de autógrafos. Conseguimos muitos padrinhos literários, mas ainda faltam outros convites para ser entregues.”
 
Os padrinhos e madrinhas literários participam com um valor em dinheiro para ajudar nas despesas do evento, assim como comprar livros para alunos que não têm condições financeiras para adquirir o livro físico. Já os padrinhos e madrinhas de turmas doarão as camisas da turma para que todos possam ir ao evento vestidos de forma igual. “A EMEB Esperidião Francisco Nogueira sempre trabalha com parcerias para a realização de seus projetos e é por isso que agradecemos muito aos nossos colaboradores”, diz a educadora.

Alunos da Educação até o quinto ano participaram do projeto Escritores Mirins. Cada turma tem um tema gerador. Meio ambiente, inclusão, autobiografia, dentre outros. Educação financeira é outro tema abordado, por isso os alunos do segundo ano ganharam cofrinhos no Dia do Estudante, visando incentivar a economia para a aquisição dos livros físicos. Os pequenos do Infantil trabalhará o tema amizade. Cento e três alunos serão contemplados com um e-book.

Mais notícias

Comentários

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais