Uber faz campanha contra passageiros e motoristas homofóbicos

A empresa é uma das que mais patrocina festas LGBT pelo Brasil



O aplicativo de transporte privado Uber, usou suas redes sociais para expor sua opinião e posicionamento sobre os casos de preconceito que tem acontecido com a marca. “Você é dos blocos dos assediadores, racistas ou LGBTfobicos? A Uber não é pra você.”

“Esse não é apenas um post. É um posicionamento oficial da Uber: nenhum tipo de violência deve ser tolerada[…] é simples. Ou pelo menos deveria ser”, começou a publicação.
A empresa é uma das que mais patrocina festas LGBT pelo Brasil, e busca sempre repreender comportamentos fora do padrão da empresa. “Se você comete assédio, atos de racismo, LGBTfobia ou qualquer outro tipo de violência em viagens feitas por meio da nossa plataforma, a Uber não é pra você!”.

Segundo o Guia Gay, nas ruas da grande São Paulo, a campanha também apareceu, em um ponto de ônibus, e o cartaz bem grande trazia os escritos: “Não respeita dois homens se beijando? A Uber não é pra você!”.

A campanha é mais que necessário, pois diversos casos de preconceito, desrespeito e violência são noticiados todos os dias.

Observatório G
 

Mais Notícias

Coment?rios

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais