Escultura que homenageia Nise da Silveira é inaugurada em Maceió

Estátua da psiquiatra fica localizada no Corredor Vera Arruda.



A escultura em homenagem à psiquiatra alagoana Nise da Silveira foi inaugurada nesta terça-feira (30), no Corredor Vera Arruda, bairro de Mangabeiras, em Maceió.
 
O monumento foi feito pelas mãos do escultor e artista plástico mineiro Léo Santana.
 
Segundo o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), a homenagem se deve à importância que tem Nise na humanização do tratamento psiquiátrico.
 
“A doutora Nise, alagoana, foi pioneira na humanização do tratamento psiquiátrico. Na turma de Medicina lá na Bahia, ela era a única mulher. Ela foi perseguida pelo regime ditatorial de Getúlio Vargas. Conseguiu dar a voltar por cima e mostrar para o mundo que o método dela de terapia era muito mais eficiente. Antes os tratamentos causavam muito sofrimento para os pacientes, mas ela chegou para mudar isso”, disse o prefeito.
 
Trajetória
 
Nise Magalhães da Silveira nasceu em 1905 e foi uma das primeiras mulheres formadas em Medicina do Brasil. Ela sempre foi contrária às formas agressivas de tratamento usadas em sua época, a exemplo do eletrochoque.
 
A alagoana foi, inclusive, pioneira na terapia ocupacional, que utiliza atividades recreativas para o tratamento de distúrbios psíquicos.
 
Nise chegou a ficar presa por dois anos após ser acusada de envolvimento com o comunismo, mas continuou seus estudos enquanto esteve sem liberdade.
 
O trabalho inovador da psiquiatra e de seus pacientes resultou na criação do Museu do Inconsciente, que funciona até os dias de hoje no Rio de Janeiro. A médica teve sua história contada no filme “Nise – O Coração da Loucura”, dirigido por Roberto Berliner e estrelado pela atriz Glória Pires.

G1 AL

Mais notícias

Comentários

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais