Educação de qualidade leva procura à rede federal de ensino

Estudantes veem no Instituto Federal de Alagoas oportunidade de qualificação profissional e acesso a universidades


 

“Notei que a diretora da escola ficou com lágrimas nos olhos quando minha filha saiu de lá, mas entendeu que a saída de Carla foi para uma instituição com boa estrutura e ensino reconhecido na região”, lembra a mãe Cícera Valéria de Lira, 37 anos, que matriculou Carla Kaylany dos Santos Silva, 15 anos, no curso de hospedagem do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campus Maragogi.

Cícera conta que o incentivo para a filha concorrer a uma das vagas no curso técnico de hospedagem integrado ao ensino médio foi da diretora da escola onde a adolescente estudou. “Ela via o esforço da minha filha e sempre desejou o sucesso dela. Carla gosta de estudar e o Instituto oferece educação de qualidade. Acho que essa união vai permitir que minha filha realize seus sonhos”, disse a mãe. Segundo ela, a preocupação agora é resolver como será o transporte da filha de São José da Coroa Grande, litoral Sul de Pernambuco, a Maragogi, litoral Norte de Alagoas.

A estudante sonha em atuar na área de turismo porque gosta de trabalhar com pessoas. Outro desejo profissional é aprender novas línguas. “Depois do curso técnico de hospedagem, quero aprender francês, que acho bonito. Também quero fazer faculdade de turismo”, conta Carla Kaylany dos Santos Silva. Ela concluiu o ensino fundamental na escola São Francisco de Melo, em São José da Coroa Grande. 

Oelia Francisca de Oliveira, 15 anos, vai cursar Agroecologia esse ano. O motivo da escolha do curso é o gosto pela área, mas também acredita que vá direto para a Universidade quando sair do Ifal. “Quero sair uma técnica formada e depois realizar meu sonho de ser enfermeira. O Ifal vai me ajudar nisso porque o ensino dessa instituição é bem avançado”, afirma a estudante que mora na cidade litorânea de São Miguel dos Milagres (AL).  

Para o diretor-geral do campus Maragogi, Dácio Camerino, o Instituto Federal de Alagoas está na região para atender todo litoral Norte de Alagoas e até Sul de Pernambuco. “Somos referência na região em ensino e temos estrutura boa. Muitas vezes o aluno de São José quer vir para cá em vez de estudar em Pernambuco”, diz. A matrícula dos novos alunos só termina no dia 19 de fevereiro. Caso vagas fiquem sem preenchimento, uma nova lista de nomes será publicada para a convocação de estudantes.

Assessoria

Mais notícias

Comentários

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais