Iphan planeja concluir restauração do Fortim Bass em março

Patrimônio será administrado pela Prefeitura de Porto Calvo


(Fotos: divulgação)

Técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) estiveram reunidos nesta quinta-feira (7) com o prefeito de Porto Calvo, David Pedrosa (MDB) e afirmaram ao gestor que o órgão vai concluir a restauração do Fortim Bass no mês de março desse ano. A partir da conclusão, o patrimônio será entregue ao município.

A restauração do Fortim Bass iniciou no dia 19 de novembro de 2017 e teve a primeira etapa concluída no começo de maio do ano passado com a pesquisa e montagem da estrutura da fortificação. O trabalho foi feito pela Arqueolog Pesquisas. A última fase que inclui a plantação do gramado iniciou em janeiro de 2019 e será concluída em março.

O chefe de divisão técnica do Iphan, Sandro Gama, comentou sobre os trabalhos. “Informamos ao prefeito que a restauração será concluída em março desse ano e será repassa a gestão do patrimônio à prefeitura. A prefeitura vai cuidar da manutenção e da gestão do Fortim Bass. O Iphan vai continuar desenvolvendo projetos em parceria com a prefeitura para que haja um desenvolvimento econômico no local”, disse.

O prefeito de Porto Calvo disse que tomará todas as medidas necessárias. “Assim que for entregue à prefeitura vamos tomar todas as providências. Vamos cuidar com muito zelo desse importante patrimônio na nossa cidade”, afirmou.

No ano passado o superintendente do Iphan em Alagoas, Mario Aloísio Barreto, informou que após todas as etapas serem concluídas vai reunir Prefeitura de Porto Calvo e Governo do Estado para viabilizar meios para a exploração turística da fortificação do período Holandês no Brasil.

O Fortim Bass
Segundo o estudo do Iphan, o reduto da Ilha do Guedes é um provável acampamento de Johannes Lichthard, um almirante neerlandês a serviço da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais, no século 17.

No século XVII a região foi cenário de movimentações de tropas, de batalhas e de fortificações durante o embate travado entre holandeses e ibéricos pelo território brasileiro.Em Porto Calvo, entre 1637 e 1645 , ocorreram cercos e batalhas que alternaram a sua posse, até que a campanha conduzida pelo conde Maurício de Nassau, após batalha decisiva, o conquistou, expulsando as tropas ibero-brasileiras para a Bahia. 

A revelação do fortim
A revelação do fortim em terra em Porto Calvo em março de 2015 durante o 1º Fórum de Arqueologia em Alagoas Período Ibérico/Holandês, que ocorreu na cidade de Penedo. O estudo realizado pelo Iphan iniciou em 2013 e os arqueólogos fizeram diversas visitas ao histórico município do Litoral Norte de Alagoas.A pesquisa contou também com a parceria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e da Arqueolog Pesquisas.

Assessoria
 

Mais notícias

Comentários

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais