Selo do Turismo Responsável: mais de mil empresas já foram certificadas em AL

Maceió, Maragogi, Piranhas, Japaratinga e Marechal Deodoro são as cidades com maior número de empresas autenticadas com o selo

(Foto: Jonathan Lins)


A retomada do turismo em Alagoas já é uma realidade com a garantia de que os empreendimentos turísticos, das mais diversas atividades, estão cumprindo os devidos protocolos de segurança. Prova disso é que mais de mil estabelecimentos da atividade já contam com o Selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo. O Estado já é 8º colocado no país e o segundo do Nordeste em certificações.

Os segmentos que mais solicitaram a selo do Turismo Responsável do Mtur até o momento foram: Meios de Hospedagem (271), Agências de Turismo (212), Restaurantes, Bares e Similares (115), Transportadoras Turísticas (96) e Prestadores de Serviços Turísticos (57). As regiões turísticas que mais tiveram empreendimentos qualificados foram Grande Maceió (420), Costa dos Corais (293) - que envolve cidades como Maragogi, São Miguel dos Milagres e Japaratinga -, por exemplo, e Lagoas e Mares do Sul (100), que abrange os municípios de Barra de São Miguel e Marechal Deodoro.

Já as regiões Caminhos do São Francisco contam com 88 empreendimentos, Agreste (84), Quilombos (51) e Caatinga (12). As cidades que mais têm empresas autenticadas com o selo são Maceió (441), Maragogi (181), Piranhas (149), Japaratinga (68) e Marechal Deodoro (63).

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, estes números mostram como a retomada gradual da atividade turística em Alagoas têm sido feita de forma responsável, respeitando os protocolos sanitários estabelecidos pelas autoridades de saúde.

“O trade turístico alagoano está atento aos protocolos sanitários e atendendo à mobilização feita pela Sedetur com foco no Selo do Turismo Responsável. Dessa forma, garantimos a quem nos visita a segurança necessária para este momento. Alagoas além de ser o mais procurado neste momento, ainda é um dos estados que mais contam com empreendimentos cadastrados, saindo na frente de importantes concorrentes como Pernambuco e Rio Grande do Norte. Este esforço em conjunto, governo e trade, garante que o turismo volte a gerar emprego, renda e oportunidades para os alagoanos o quanto antes”, pontuou Rafael Brito.

Selo do Turismo

O selo tem como objetivo auxiliar na retomada célere do setor do turismo brasileiro, atendendo às exigências sanitárias, auxiliando os empreendimentos na busca por esta qualificação sobre as medidas recomendadas para a reabertura. O Ministério do Turismo (MTur) publicou protocolos sanitários recomendados para 15 segmentos que fazem parte do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações também para os turistas. 

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site turismo.gov.br/seloresponsavel, ler as orientações previstas nos protocolos destinados ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Caso não tenha o Cadastro, basta procurar a Sedetur através do telefone ou WhatsApp (82) 98833-4344 e regularizar a situação cadastral.

Agência Alagoas

Mais Notícias

Coment?rios

Carregando

Assine nossa newsletter e
receba as principais notícias por e-mail

Siga o Maragogi News nas redes sociais